Corante alimentar a partir de insectos esmagados???


Escrevo sobre este assunto porque foi algo que me impressionou um pouco, porque comer insectos é algo que não me “assiste”. Um dia estava em casa da minha namorada, quando eu abri um livro sobre vegetarianismo que ela tinha na estante da cozinha, e começei a ler.Ia passando página por página,tentava encontrar algo que me interessasse, até que enfim cheguei a uma secção sobre produtos usados na alimentação, e li sobre o corante alimentar vermelho , que segundo o livro era extraído através de Cochonilha( ou Cochinilhas),insectos que eram criados e esmagados.Na minha ingenuidade, eu pensei que fosse só usado em produtos de origem animal, mas quando ao comprar um frasco de salsichas de soja e ao ler os ingredientes fiquei muito admirado.Para a próxima não vou deixar de ler os ingredientes de tudo o que compro!

Começo por falar  sobre o aditivos alimentares. Aditivos alimentares, o que são?

Os aditivos alimentares são substâncias que são adicionadas aos alimentos com o propósito de manter ou modificar o seu sabor ou melhorar a sua aparência. Alguns aditivos são utilizados há séculos, como o sal (por exemplo no presunto) ou o vinagre (nos picles) entre outros têm então o objectivo de alterar as características físicas, química, biológicas ou sensoriais durante o processo de embalagem, acondicionamento, armazenagem, transporte, etc. Estes são substancias importantes pois visam conservar os alimentos durante muito mais tempo.

Com o desenvolvimento da industria alimentar e com o advento da vida moderna, mais aditivos têm sido utilizados e progressivamente introduzidos, são eles de origem natural e artificial permitindo então em larga escala a produção e também o transporte de alimentos a grandes distancias, assegurando assim que o produto chega ao consumidor com um aspecto atractivo. Os aditivos utilizados num determinado alimento devem vir de forma obrigatória discriminados na embalagem conjuntamente com os outros ingredientes. Na União Europeia, os aditivos alimentares são identificados por um código único composto por um número antecipado pela letra “E”, como meio para regulamentar a sua utilização e informar os consumidores.

Alguns dos principais aditivos alimentares são:

*Anti-oxidantes

*Corantes

*Emulsionantes

*Conservantes

*Edulcorantes

*Establizantes, espessantes, gelificantes.

Fonte: Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica  de Lisboa

/*Pode  através deste link da DECO(Associação Portuguesa para a defesa dos consumidores) saber todas as informações sobre aditivos alimentares, se são aceitáveis, enganosos ou duvidosos. */

Neste post, vou focar-me nos corantes, especialmente o corante vermelho. Os corantes servem para susbstituir cores perdidas durante a preparação ou para tornar os alimentos mais atractivos, ou seja “os olhos também comem”.

 A justificativa da indústria alimentícia para o uso de corantes é simples: A visão vem antes do paladar na hora da compra, assim alimentos coloridos, atraentes levam à idéia de que são deliciosos. Por isso, a aparência de um alimento é muito mais importante para o consumidor garantir a compra do que o paladar!

Estudos revelam a ocorrência de reações adversas à curto e longo prazo pelo consumo de alimentos que contêm corantes. As crianças são mais vulneráveis às reações adversas destes, pois podemos interpretar que há uma maior quantidade ingerida em relação ao peso corporal.Alguns corantes já foram proibidos nos EUA e outros países, mas continuam sendo utilizados em diversos alimentos em alguns países.

Fonte:http://alimentese.net/corantes-naturais/

Já podemos perceber mais sobre o que são corantes e qual a a sua funcionalidade, e podemos perceber que não são bons.Mas o que o corante alimentar vermelho tem a haver com insectos? Será que comemos mesmo insectos?

Todos nós comemos insectos

É verdade! Praticamente nós todos já comemos insetos pelo menos uma vez na vida. E provavelmente a maioria de nós continuamos a comer insetos até hoje.

– Mas como? Que estória é essa?

Você come biscoito? Toma iogurte e sorvete? Toma leite sabor morango? Então já comeu inseto!

– O que uma coisa tem a ver com a outra?

Biscoitos e sorvetes costumam conter corantes. Esses corantes, se você procurar no rótulo das embalagens, vai encontrar com os nomes de “Vermelho 4”, “Vermelho 3”, “Carmim”, “Cochineal”, “Corante natural carmim de Cochonilha”, “Corante C.I”, “Corante ou Colorizante E120” e todos esses são sinônimos de Corante de    Cochonilha

– E o que é esse Corante de Cochonilha?

O Corante de Cochonilha é um material vermelho vivo feito dos corpos secos e esmagados de um inseto originário do México, a Cochonilha ou Dactylopius coccus. A Cochonilha é uma praga que dá em plantas e tem preferência pelo cacto Opuntia coccinellifera e formam uma espécie de farinha nas folhas contaminadas. São besouros diminutos (2 a 5 milímetros de comprimento) que formam colônias nas folhas (parecendo farinha), raízes e frutos das plantas, sugando a seiva, inoculando toxinas e provocando manchas, definhamento e morte da planta.

– Ah! Isso é lá no México!

A Cochonilha hoje é criada em todo o mundo, inclusive no Brasil, para a produção de corantes. Bilhões desses insetos são criados e esmagados para fazer corante vermelho para colocar em sobremesas, bebidas, roupas, chás, etc … Setenta mil insetos são esmagados e fervidos para fazer meio quilo de corante aproximadamente. E ao mesmo tempo as cochonilhas são combatidas nas plantações comerciais pois são pragas, especialmente das frutas cítricas. O Grupo de Apoio às Crianças Hiperativas (Hyperactive Children’s Support Group) recomenda eliminar os produtos que contêm esse corante da dieta das crianças com esse problema. O uso de cochonilha vem desde o descobrimento das Américas (era usada pelos Astecas) e aumentou recentemente depois que se descobriu que os corantes artificiais mais baratos causavam câncer. Agora estão experimentando besouro esmagado nos consumidores- cobaias porque o besouro é “natural” …

– ARGH !!! Eu não quero comer CORPOS DE INSETOS ESMAGADOS! Isso é NOJENTO !!!

Então aprenda a ler os rótulos do que você come e diga adeus aos produtos das marcas Aymoré, São Luiz, Piraquê (biscoitos), Parmalat, Vigor (iogurtes), e ainda muitos outros. Procure os produtos coloridos com extratos de beterraba e páprica.

E mais importante:  SAIBA O QUE VOCÊ COME! Procure saber que EDULCORANTES, EMULSIFICANTES, FLAVORIZANTES e outros códigos são esses nos alimentos que você come.

E uma coisa é bem óbvia:  empresa nenhuma vai lhe dizer explicitamente o que ela põe nos seus produtos se houver a menor possibilidade de que isso faça você rejeitar o produto. Experimente escrever para estas empresas e veja se eles vão mesmo lhe dizer, sem enrolação, que estão colorindo seus alimentos com besouros esmagados.

Colorizante E120 é uma pinóia ! Isso é BESOURO mesmo, INSETO!

/*Lendo este artigo também não quis acreditar. Efectuei várias pesquisas , e verifiquei que vários produtos, por exemplo, o Danoninho, contém esse ingrediente,o corante carmim de cochinelea, corante natural carmim ou E120, entre vários outros nomes. Mesmo o site da ASAE confirma que o E120 é produzido pelo corpo seco desses insectos! O ser humano aproveita-se de qualquer coisa, mesmo nojenta, para aumentar os seus lucros, e se é  um produto que é usado na alimentaçao, porque não explicam a sua produção? Pois, nós não gostaríamos de saber essa informação, e era mau para o negócio! Também existe outra razão, não é tóxico ou cancerígeno, o que é natural é bom!

*/

/*Lista de Aditivos Alimentares retirado do site da ASAE(Autoridade da Segurança Alimentar e Económica) e podem notar que o E120 é realmente o corante extraído dos tais insectos.

>>>i005427<<<(PDF)

*/

Entrevista (pode efectuar o download da entrevista) com o nutricionista, Dr. Ricardo Vargas sobre o carmim de cochonilha.

Aqui estão algumas perguntas feitas ao Dr. Ricardo Vargas no site do Novo Tempo:

P: Fiquei sabendo que o “carmin de cochonilha” também contém outros nomes, como “vermelho 4″, entre outros. Dr. Ricardo, isso é verdade?

R: Bom é verdade que o corante tem outros nomes, o conheço também como E120, agora como vermelho 4 não posso afirmar. O carmim de cochonilha é um corante vermelho escuro e é utilizado em larga escala pela indústria cosmética e alimentícia, emprestando sua cor a biscoitos, geléias, sucos de soja (pêssego, goiaba, uva entre outros de coloração vermelho claro ou escuro), iogurte, sobremesas, sendo também utilizado em medicamentos e roupas, normalmente especificado como “Corante natural carmim de Cochonilha”, C.I. 75470 ou E120 nas composições dos produtos.
Dentro da classe dos insetos, as cochonilhas são classificadas na ordem Hemiptera, sendo parentes próximas das cigarrinhas (encontradas nas pastagens, onde é uma praga), cigarras e dos pulgões (pragas de determinadas plantas, inclusive cereais utilizados na alimentação).
É necessário utlizar cerca de setenta mil insetos para se conseguir cerca de meio quilo de corante.
Devemos estar atentos se não quisermos fazer uso deste corante, devemos adquirir o hábito de ler o rótulo dos produtos.
Estarei sempre a disposição para ajuda-los.
Caso queiram entrar em contato pelo Twitter: @nutrivargas

Links úteis :

Bíblia – Livro de Levítico

Infopédia

 http://www.centrovegetariano.org

 Diário do Comércio – Juliana de Moraes

Wikipédia

Advertisements
Categories: Alimentação, Cochonilha, insectos esmagados, saúde | 2 Comments

Post navigation

2 thoughts on “Corante alimentar a partir de insectos esmagados???

  1. Talvez por isso mesmo venho ha tantos anos a pregoar a comida simples. Por comida simples entenda-se o que se come da terra, o que se colhe de uma árvore. Costumo até dizer que tudo o que vem numa embalagem de plástico (ou seja, alimentos processados) não é comida, é apensas um substituto. Não digo que não coma, mas uso com raridade até mesmo bolachas, iogurtes, barritas energéticas (coisas que as pessoas julgam saudáveis!!!) mas que não são comida, sao simplesmente uma amálgama de coisas que nos desvirtuam o paladar e o corpo.

  2. É…alguns aditivos alimentares assustam…
    Sempre é bom repassar a informação! Assim, as pessoas saberão o que comem…
    Obrigada por citar a fonte! =)
    Até mais.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Blog at WordPress.com.

%d bloggers like this: